terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Hexagon branco 2013

Ultimamente tenho tentado beber os topos de gama brancos da região de Palmela.
Agora só me falta um, mas o preço vai fazer com que seja bebido numa altura em que o rei faça anos. Este que passou pelo copo é o Hexagon branco 2013 da casa José Maria da Fonseca. Foi a primeira vez que foi lançado e já está no mercado a edição de 2014.
Feito com Alvarinho, Verdelho, Antão Vaz e Viosinho.
Apresenta uma cor amarelo palha devido aos dois anos e mais qualquer coisa que tem.
No nariz a primeira impressão que me veio foi da casta viosinho, a característica floral veio ao de cima. Mais tarde, com o aquecimento no copo, chegou para vencer o Antão Vaz! Adoro esta casta que pelos vistos adaptou-se muito bem na zona. Aqui veio o cheiro a frutas de caroço tipo pêssego. Tem uma acidez muito boa e muito bem integrada. Termina com um final longo!

São vinhos destes, normalmente com pequenas produções, que podem puxar pelo resto dos vinhos de uma região. Não são baratos mas um dia não são dias!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário